English German Spain Italian Portuguese Japanese

24 de julho de 2018

Bullet Journal - Como fazer o seu


Oi pessoinhas, como vão vocês?
Ainda estou bem gripada. Morri, mas passo bem.
E no post de hoje eu vou começar a nos introduzir num assunto que eu gostaria muito, muito, muito e falar aqui no blog que é o bullet journal.
Eu tento usar o bullet journal desde o ano passado. E por dizer tentar, eu quero dizer que nem sempre consigo preencher ele. E ai pensei, que trazer dicas sobre o bujo para vocês, vai ajudar a mim mesma a cuidar do meu, e ficar mais comprometida com ele.
Por isso hoje, eu vim ensinar vocês a como montar um bullet journal e como fazer ele funcionar.
Quer fazer o seu? VEM COMIGO!
Um bullet journal é uma ferramenta que serve para organizar. E ai pensamos, porque não usar uma agenda? ou um planner? Sim, seria uma opção, mas existem pessoas que não conseguem se organizar com esse tipo de coisa.
E eu sou uma dessas pessoas. Eu preciso ter em mãos algo que facilite as coisas que eu tenho que fazer, que não me prenda, e que me permita ser criativa. Por isso, assim que descobri o bullet journal, soube que seria algo que me ajudaria a me organizar melhor.

Pensando assim, para quem serve o bullet journal:
  • Para quem é criativo
  • Para quem não se dá bem com agendas
  • Para quem quer mais que somente organizar as tarefas do dia
  • Para quem quer se organizar segundo às suas necessidades
A construção inicial do bullet journal com certeza é uma das partes mais legais.
Ela e dá liberdade para enfeitar, e dar um tema inicial para seu bujo.
Eu não deixo o meu bullet journal com muitas coisas, ele para mim é simples, pratico e criativo ao mesmo tempo. Não pense que você precisa esperar até janeiro para fazer um  bullet journal. Você pode começar agora, agora mesmo! Isso mostra muito da liberdade que o bullet journal permite.

A primeira coisa a se considerar, é o tipo de caderno que você vai usar. É totalmente livre, e tem que ser uma escolha sua. É super fofo ver bullet journals que são feitos em moleskines, mas isso não funciona para todo mundo, e não funcionou para mim.
Há vários tipos de cadernos que você pode escolher. Cadernos comuns de arame, estilo molekine, estilo sketchbooks, Filofax...O que mais me atrai é o estilo Filofax, porque com ele eu consigo tirar as folhas, mudar de lugar sem estragar o meu caderno.
E ai você escolhe se vai ser A4, A5 ou até mesmo A6. As folhas podem ser pautadas, pontilhadas, ou ainda quadriculadas.
Eu comprei na Leitura uma pasta aramada A5, e folhas comuns sem pauta para furar e usar no meu bullet journal.

Depois de escolher o caderno, e as folhas, pegue sua canetas preferidas, e vamos montar!
Ah, lembrando que a forma que eu monto meu bullet, é diferente da forma que Ryder Carroll - o cara que criou esse metodo - monta normalmente.

Estrutura:
  • Frase guia 
  • Keys
  • Indice
  • Trackers
  • Listas e coleções 
  • Capa dos meses - log do mês; metas e notas; etc...
  • Semanas - log diário; metas da semana; favoritos; etc...
Criei uma pasta no Pinterest especialmente para vocês com ideias, dicas e inspirações para confeccionar seu bullet journal. Está tudo separado por subpastas do jeitinho que eu nomeei na estrutura, e ai vocês não terão dificuldades em criar.


Agora vamos falar detalhadamente de cada um dos tópicos.
Ah, as fotos que eu estou usando não são do meu bullet journal normal. Eu usei esse caderno para mostrar algumas coisas porque vou voltar a usar o fichário.

A frase guia que estou usando, que inclusive tem na pasta do Pinterest, é totalmente de gosto pessoal.
Eu gosto de colocar, porque vai ser sempre uma mensagem a mim mesma. A frase que eu escolhi é pra me lembrar que eu tenho muitas ideias e criatividade, e isso pode ser uma benção, mas também pode me atrapalhar. Então, pra me lembrar de ser focada, eu coloquei frase.

As Keys, são as chaves que vamos usar para marcar tarefas, compromissos, ou qualquer outra coisa. Nessa página, criamos uma legenda para cada um dos itens. Existem diverso tipos de Keys que podem ser usados, e lembre-se de escolher um que funcione para você.
Eu sei! É super divertido criá-las, mas é importante colocar poucas, e ir adicionando conforme você ache necessário.
Eu separo as minhas de duas formas: As de organização; e as de marcação.
Organização

  • Tarefa a cumprir
  • Tarefa cumprida
  • Tarefa cancelada
  • Tarefa migrada
  • Evento
  • Compromisso
  • Notas, lembretes
Marcação
  • Explorar, pesquisar
  • Importantes
  • Prioridades

       O índice, é algo que eu não uso no meu bullet journal, porque ele é no estilo Filofax. Então, se você vai usar um caderno normal, no qual não pode mudar as folhas de lugar, eu indico que você use o índice, para saber onde está tudo.
Mas se o seu bullet for ser como o meu, não tem porque usar.
Ah, o legal do índice, é ele ser construído aos poucos, conforme você vai montando as páginas do bujo, você vai numerando.

Uso o Tracker para ter controle de hábitos, coisas que estou fazendo, ou preciso fazer, uso muito para controlar os episódios das séries que estou assistindo, o quanto estou estudando, meu humor, e por aí vai. Na imagem, vocês podem ver um tracker de séries. Ele é simples, sem muitos enfeites, e dá certo. Lembrando que na pasta, tem muitas ideias de trackers para vocês.
O legal dos trackers, é que eles podem ser colocados onde você quiser.
Eu por exemplo, deixo os trackers anuais ou sem data logo após o índice, os mensais junto com os meses e os semanais junto com cada semana. Assim, eu não me esqueço deles. Porque os trackers precisam ser preenchidos.

Nas capas dos meses, eu gosto de economizar espaço e colocar tudo que eu puder no meu espaço possível. Eu deixo bonitinho, claro. Mas precisa funcionar.
Então, além de colocar a saudação para o mês, eu coloco junto o log do mês - um pequeno calendário com os principais eventos do mês -, minhas metas, um tracker especial, e mais alguma coisa se eu achar necessário.
Nem sempre faço assim, mas as vezes acho necessário.

Nas Semanas,  eu tento sempre fazer de uma forma simples, que não vai me complicar depois. Normalmente deixo uma página para cada semana, e ainda sobra espaço para um tracker e algumas notas.
Você pode ser mais livre e decorar bastante, ou ser mais simples. Vá testando e veja o que da certo para você.

E essa é a estrutura básica do bullet journal da foma que eu faço.
Seguindo esses passos, vocês poderão ter um bullet journal organizado e que dê certo.
Pretendo trazer mais conteúdo de bujo para vocês, e a próxima coisa que quero fazer é um Planeje-se comigo, para agosto.
Provavelmente vai sair no canal, mas com certeza trarei para o blog com tudo que vocês precisam saber.

Espero que este post tenha sido uma luz e uma ajuda para você que quer montar um bullet journal. E como eu disse, não espere para começar, comece agora!
Eu espero vocês no próximo post.
Valeu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ficaria muito feliz em saber o que você achou deste post. Então, não deixe comentar.
Isso é um incentivo ao meu trabalho.
Ao comentar lembre-se de algumas coisas:

• Respeitar ao próximo é primordial.
• Expor suas opiniões? pode.
• Fazer criticas? pode. Desde que sejam construtivas.

Adoro ver comentários, por que vejo que vocês estão lendo meus posts, gostando ou não; gosto de saber que alguém leu. :)

© CHARMOSAS IDEIAS - 2017. Todos os direitos reservados. Criado por: Analu Andrade. Tecnologia do Blogger. imagem-logo